quinta-feira, 23 de julho de 2015

desde a extinção do aerodromo da covilhã que a area ardida no concelho aumentou substancialmente


Covilhã vista do Aerodromo IV
Agora peçam responsabilidades a quem o extinguiu

27 comentários:

Beites disse...

Parabéns Carpinteira...

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Há factos inegáveis: existe censura nesta cidade. Quando os bijagós não conseguem calar quem fala a verdade... ostratizam!!!

Anónimo disse...

Sim, porque os 14 meios aereos que andaram em Verdelhos, iam estar parados no aerodromo.

Mandem aquela merda abaixo, mandem 200 pessoas para o desemprego, e ponham tudo como estava, que a economia da Covilha fica melhor.

Anónimo disse...

u cubo não acrecentou nada à economia da covilhã, inda no mês passado a Altice mandou 60 para o sdesemprego. e outros se seguirão. foi mais um embusto do gajo do cavalo. Abre o zolhos mula das 04;08

Anónimo disse...

Estandes bem é para sendes todos teceloes outra vez, caralho!

Anónimo disse...

A barragem das Cortes está cheia e estamos a meio de Julho.
Se ainda fôssemos governados pelo cavalo estaria vazia nesta altura do ano e a culpa era do Sócrates que não lhe deixava construir o mono no meio da serra.

Anónimo disse...

O aeródromo já foi e não há violta a dar... agora não vale a peina istar seimpre a culpar o quiubo e o aeródromo, o pinto do cavalo e da égua e o crlh pelos incêindios... há que pravenir, alimpar, e multar quem não o faz e engaiolar quem incendeia quando são apanhados...

Anónimo disse...

Como explicar o desaparecimento de um aeródromo com proveito de alguns (muito dinheirinho lá fora e algum cá dentro) e ... não haja ninguém preso? Será esta uma cidade de aldrabões, corruptos e vendilhões daquilo que é de todos nós?

Anónimo disse...

O burro das 18 de julho de 2015 às 09:25, nao foram 60, quem te empranhou os ouvidos disparou polvora seca.

Nao fez nada pela covilha? Olha, espero que o sitio onde trabalhas feche as portas e ponham la um aerodromo. Depois ja podes desprezar o sustento dos outros por algo que alem de base para termos alguns meios aereos de combate a incendios, nao trazia um centavo para a Covilha.

Farto de ouvir ignorancia, o aerodromo foi-se, acabou, agora nao facam pouco de quem tira o sustento do cubo, 200 e pcas pessoas, o que numa cidade do nosso tamanho e qq coisa.

Anónimo disse...

Este blog é do mais reaccionário caralho. Pistas desertas melhores que duzentos gajos a ganhar o pão nosso, água a ir para o rio quando podia estar na barragem, foda-se idade média, atrasados mentais.

Anónimo disse...

200 postos de trabalho?! Então o do cavalo não disse que eram 1400???

Anónimo disse...

!400?No dia de são nunca à tarde.

Anónimo disse...

Pelos vistos e tipo de expressão, o anónimo das 23:30 do dia 21/7/2015 é o maior atrasado mental deste blog. Uma Tristeza. Apenas o homem do cavalo o pode disciplinar através das suas esporas.

Anónimo disse...

quanto havia aerodromo , eram os pilotos que pegavam os fogos para ganharem horas de voo, agora que não há aerodromo e porque demora muito a chegar os aviões .. e pah .... reflitam bem sobre as coisas , pois sinceramente o problema aqui é do Covilhoco que pensa que é um optimo treinador de bancada, mas na realidade nao pesca nada de nada !!!!
Sejam concientes e tenham juizo , "nao mandem bitaites sobre agricultura se numca pegaram numca enchada"

Cumps
(mais um coovilhoco que tem a mania que é treinador de bancada)

Beites disse...

O futuro Aeródromo
alto do acesso à A23
e em direcção ao Tarlamonte
que tantos anos depois
alguém que conte...a verdade.

Boa semana


Anónimo disse...

tanto comentário e ainda ninguem explicou porque é que o aerodromo faz falta à Covilhã

Anónimo disse...

-Há uma nova rota de vila real a portimao passando por viseu e lisboa. Se existisse, poderia futuramente fazer parte a covilha.
-Uma universidade,um aeródromo,industria aeronáutica...
- Há detentores de pequenas aeronaves que por vezes fazem passeios, e poderiam passar pela covi.
-Há desportos tais como asa delta com motor, paraquedismo, planadores, etc etc.
-Finalmente, o aeródromo tinha potencial para enumeras outras atividades.
A maior Burrrice do cavalo não foi ter feito o cubo, foi ter construído naquele local quando havia alternativa noutro(s) locais mas ele sabia.
Mas, caros amigos o animal pode ser burro mas burros mesmo são os que não veem.
Preferiu destruir o aeródromo por varias razões:
1º o terreno onde construiu a casa é mesmo ao lado
2º Passaria a ter sossego.
3º Os empreiteiros e subempreiteiros que lhe fizeram a casa com os restinhos estavam alí à mão.

Claro... é só uma "suposição". e seria muita vaidade minha querer demover um punhado de fanáticos do antigo regime. Só termino dizendo que este novo regime não é melhor, mas era necessário haver um corte.

Anónimo disse...

Nao venham dizer que o cubo nao tinha outro sitio para ser construido porra!
E quem diz que so no verao é que o aerodromo tinha movimento que cale mazé a matraca porque nao devem ser de cá

Anónimo disse...

Com tanta fábrica em ruínas tinha que fuder o aeródromo. Ainda falava o cavalo em reabilitação urbana. Como é que um ignorante deste tamanho esteve tanto tempo à frente do concelho.

Anónimo disse...

Em Castelo Branco os aviões levantam voo de 15 em 15 min.
De papel no jardim da parada.
Já no aeródromo dos 15 milhões costumam aterrar gaivotas.

Anónimo disse...

boa questão a do anónimo das 19:16
eu espero que o patrão Paulo no processo que o 999ºcomendador/era cavaquista, lhe moveu, possa pedir uma vistoria à maison e exija a apresentação da faturação detalhada á data da obra.
ATENÇÂO:será preciso confirmar na contabilidade das empresas se existem!! com iva paguinho e tudo...

Anónimo disse...

Isso do IVA tem de falar com o minete...
Ele é que é o especialista!

Anónimo disse...

"Minete" é um nome propriamente dito ou é uma alcunha?

Anónimo disse...

Para o iluminado das 24 de julho de 2015 às 19:16:

-Há uma nova rota de vila real a portimao passando por viseu e lisboa. Se existisse, poderia futuramente fazer parte a covilha.

-> Esteve ca tantos anos o aerodromo nunca fez parte de porra nenhuma, era agora que ia ser, foi mesmo mau timming...


-Uma universidade,um aeródromo,industria aeronáutica...

-> Novamente, estava quase quase quase a vir para ca um grande fabricante de avioes ou componentes aeronauticos, depois de tantos anos se tivessemos esperado mais um pouco...


- Há detentores de pequenas aeronaves que por vezes fazem passeios, e poderiam passar pela covi.

->Esses de facto é uma pena, os milhoes que por vezes deixavam ca na Covilha. Notou-se bem a diferença quando deixaram de vir.


-Há desportos tais como asa delta com motor, paraquedismo, planadores, etc etc.

-> Haaa os desportos elitistas que todos podem praticar na Covilhã, era so seguir o exemplo da Serra da Estrela durante a Primavera/Verão, eram milhoes que entravam e agora nao entram.


-Finalmente, o aeródromo tinha potencial para enumeras outras atividades.

->Se a minha avó tivesse rodas era um camião, e se fosse meu avõ tinha colhões.


A maior Burrrice do cavalo não foi ter feito o cubo, foi ter construído naquele local quando havia alternativa noutro(s) locais mas ele sabia.

-> Aqui concordo, podia ter sido feito noutro local, o que nao falta ai é espaço.
Mas não ve venham dizer que ter o aerodromo era uma grande mais valia, e pior, que era melhor o aerodromo que o cubo.

Era uma coisa meio inerte que ai tinhamos e nao fazia mal a ninguem.

Anónimo disse...

Hoje passei pela serra e vi as barragens cheias de água. No anterior regime no verão as barragens batiam no fundo. Conclui-se que era o cavalo que bebia a água.

Anónimo disse...

Já o Batista dizia que o cavalo mandava despejar a barragem à noite.
Queria deixar os covilhanenses sem água só para poder dizer que a nova barragem era precisa.