quinta-feira, 29 de setembro de 2016

tora a caminho de uma torada



Um misterioso empreiteiro, acha um rolo de 30 metros com letras esquisitas.
Durante 5, 10 ou 20 anos, guarda a coisa num lençol.
Ás tantas resolve entregar a coisa aos cuidados do município, que dele faz uma ruidosa efeméride e parece determinar por conta própria uma idade, não se sabendo a certeza, pelo sim pelo não, atribui 400 aninhos.
Vai dai, o misterioso empreiteiro decide fazer uma escritura de venda por milhares de euros a um empresário que gosta de coisas velhas.
Rocambolesco, intrincado? Coincidência? Ou istoria para papalvos (covilhanenses)?
-Rocambolesco- a historia do achado e da conservação.
-Intrincado- a historia do misterioso “empreiteiro”, a guarda do município e a festa.
-Coincidências –a escritura a favor de um amante de coisas velhas. Ou será que estamos perante a intervenção de chicos ispertos que decidiram atribuir um valor e um dono legal? Fizeram-no sozinhos ou tiveram apoio de especialistas em robadas covilhanenses? Quem?
Naturalmente, poderá deixar de ser coincidência a demissão do afamado secretário geral da rede de judiarias?
-istoria para papalvos (covilhanenses)- tudo se encaminha para ser mais um tesouro enterrado, ao estilo do silo auto, que haveremos de pagar uns milhares a favor de uns quantos, quando a torá tiver 408 anos?
De quem será o achado da nau Esmeralda? Dos ingleses ou de Omã? Quem acha património publico, pode apropriar-se, vendendo, doando etc? Não poderá ser admitida a hipótese de simulação? Disfarçando receptação ilegal de arte?
Bom a coisa é complicada! Mas não é uma torada! Merece transparência e o cuidado das devidas autoridades, do mesmo modo que uma simples telha pode obrigar á sua intervenção.
Não dispensa a responsabilidade política, tornando obscuro o que deve ser transparente na defesa do interesse publico, coisa que a historia recente parece não beneficiar a Covilhã.
Não brinquem com coisas sérias. Chamem a policia…

sábado, 24 de setembro de 2016

Entretanto

UBI entra no ranking das melhores universidades do mundo

  2016-09-22       UBI      UBI
Img:

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

atenção...não brinquem com coisas sérias...

Perante uma catástrofe eminente do derrame de combustíveis, comenta o responsável do gabinete da protecção civil da cambra da covilhã, que “não tem conhecimento oficial da situação” e “não lhe compete resolver”. Já acontecera com a rampa que o dito desconhecia . É PRECISO REQUERIMENTO? QUAL É O MODELO? PORRA!!!
É certo que politicamente, este senhor é um aborto, fruto de uma relação incestuosa entre malfeitores da Covilhã, acolhido na mesa do idiotismo (não confundir com iluminismo) que no presente, norteia a orientação e governação de um povo desprovido de planeamento e orientação politica, exposto a saqueadores  oportunistas.
Não deve, ser confundida a despenalização do aborto politico, com o recobro de nados sobrevivos em ambiente de evidente falta de higiene moral e politica.
Não brinquem com coisas sérias, dêem cartões de visita ao homem e ponham-no a mexer antes que ele desconheça que é um vereador a tempo inteiro e desate como no passado a bloquear a Covilhã.

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

um teleferico para mim e outro para ti

"CIM DEBATE MOBILIDADE À SERRA DA ESTRELA"

Esta converseita da treita pertence, justameinte, a uma forma de fazer politica, onde o pudor se desvaneceu e deu lugar à mentira e à desfaçatez descarada. Aliás, eistes tiques passadistas dos eleincos camarários e das CIMs desta vida, estão clarameinte enraizados numa indescritível lógica medieval, mas também fazem parte da praxis politica de um agrupameinto pseudo regional formado para caçar fundos comunitários. Meismo que tiudo não passe d’uma encenação arquitectada por uns quantos com requintes de abusivo arraial eleitoralesco, a fantasia anunciativa do grupeilho regionalista lá foi apresentada como simulacro de acção para enganar os pacóvios das moitas e do zimbro. Dá pra rir. Mas tem dado resultados, pois claro, entre bajuladores, favorecidos e acéfalos apoiantes rendidos à lábia enganadora desta geinte, O engodo continua a reproduzir-se como um vírus para eistes espécimens com paixão clubista e lucidez nula.

Quanto aos Teleféricos; é já a seguir.

uma adega que não tem uvas é como um jardim sem flores - (a actualidade de um post de outubro de 2015)

Mais um golpe fatal numa marca covilhaneinse

"Adega da Covilhã já não vai receber uvas este ano


Plano de Revitalização carece de aprovação dos credores. Adega está nas mãos da banca e reconhece que sem apoios não é possível pagar dívida de dois milhões nem manter a porta aberta."  In JF

Rádio Cova da Beira

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Atão e as criancinhas,senhores...

Diz que a iscola não abre turmas para o 7º ano de iscolaridade ...  isto depois das matriculas estarem fechadas em todo lado... Tá bonito... ai tá tá. O ensino privado no seu melhor
..Resultado de imagem para escola internacional da covilha